Netuno

Ser polemico não me parece suficiente, é necessário salvar o mundo. O ancião.netuniano depois de matar o Space Ghost esta aqui para realizar essa tarefa. Negando em seu cotidiano terrestre a natureza humana mais intrínseca: ser arrebanhado por idéias comuns a aqueles táxons terminais da filogenia dos vertebrados de tetas. Aqui estão reunidos comentários e insanidades sobre economia, política e cultura.

Monday, May 22, 2006

Start

Tela a Barricada, Delacroix - 1830
Óleo sobre Tela 260 x 325 cm no original.

Sabemos o quanto é insultuoso incluir o homem, sem rodeios nem metáforas, como um mero ramo na árvore que ilustra a evolução dos animais. Dessa forma, dizer que não passamos de primatas neotênicos quase se considera uma heresia. Ainda mais repudiado é o fato de empregarmos constantemente, referindo-se aos nossos "grandes" políticos e colunistas (dos mais importantes meios de comunicação) , as expressões: "arrebanhar", "instintos de arrebanhamento" e outras semelhantes. Que importa! Não podemos proceder de outra forma se é justamente nisso que consiste nossa no forma de organização e de governo.

Pois bem, sabe-se hoje o que é bem e o que é mal, e minha insistência nos posts que sucederão este poderão parecer dura e desagradável aos ouvidos: abaixo ao Estado Democrático.

O que aqui entendo, e o que reitero, é o instinto do homem animal de rebanho (que impede o estabelecimento da democracia). O homem arrebanhado tomou preponderância sobre todos os outros homens possíveis, fazendo-se cada vez mais sintomático. A moral política do Brasil é, e sempre foi, uma moral de animal de rebanho, levado sempre pelo cabresto – e incapaz de irromper os currais quando bem alimentado. Assim colocada, minha opinião é, e só pode ser, apenas uma espécie particular de moral humana, concorrente de muitas outras possíveis. Um louvor e um direito democrático.

No entanto, a moral dos rebanhos tem combatido todas as outras morais com um vigor jamais visto. Essa moral diz teimosa e efusivamente “eu sou a própria moral, e não há moral fora de mim”. Tudo isso com o rompante de ideal democrático que se sujeita aos mais sublimes desejos do animal arrebanhado, medindo sua satisfação pelos pontos de crescimento do PIB nacional. Lisonjeando-os, chegamos a ponto de encontrar uma expressão cada vez mais visível dessa moral: “o Brasil é uma democracia consolidada pelos brasileiros, e que se faz valer através dos votos de todos seus cidadãos”.

Assim nos vemos marchando em direção à demagogia da igualdade econômica, movida com maior força pelos líderes populistas idiotas, jornalistas cretinos e aos entusiastas da sociedade que se dizem social-democratas e querem a “sociedade livre”, mas que estão profunda e intuitivamente contra toda forma de sociedade que não seja a do rebanho autônomo (o rebanho que vota!), agrupados em uma resistência algoz a toda pretensão individual, a todo direito particular e privilégio – estão no fundo resistido a todos os direitos, porque quando todos forem iguais, ninguém precisará mais de direitos.
É hora de salvar o Mundo
.

0 Comments:

Post a Comment

<< Home